Notícias

Prefeitura disponibilizará lotes e casas para famílias de baixa renda

Secretarias: Obras e Habitação Popular
Data de Publicação: 24 de janeiro de 2023
Crédito da Matéria: Assessoria de comunicação
Fotos: Assessoria de comunicação


prefeitura-disponibilizara-lotes-e-casas-para-familias-de-baixa-renda

Com o objetivo de possibilitar que famílias de baixa renda saiam do aluguel e conquistem a moradia própria, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Obras e Habitação Popular, trabalha, desde o ano passado, na implantação do Programa Habitacional de Lotes Urbanizados, conforme compromisso assumido pelo prefeito Paulo Silva.

Cerca de 300 lotes distribuídos em três áreas distintas do município com infraestrutura completa, o que envolve água, esgoto, galeria, pavimentação e energia elétrica serão vendidos para famílias de baixa renda de acordo com a realidade financeira de cada uma delas, ou seja, de forma facilitada.

Uma das áreas adquiridas pela Prefeitura, já definida e com escritura, fica localizada às margens da Rodovia Oscar Ferreira Mello, na entrada do Distrito de Martim Francisco, onde cerca de 100 lotes serão disponibilizados.

Já as outras duas áreas ainda estão com seus processos de compra em andamento, uma na Zona Norte e outra próxima à Zona Sul, sendo que dentro deste processo de compra, a Prefeitura já iniciou os laudos avaliatórios e contratou os projetos de infraestrutura.

Critérios

As famílias interessadas em participar do programa habitacional deverão atender critérios que estão sendo definidos junto ao Conselho Municipal de Habitação como tempo de moradia no município, região em que mora, número de dependentes, renda mensal entre um e três salários-mínimos, além de outros requisitos que serão definidos e que precisarão ser comprovados.

Em breve, a Prefeitura vai liberar a atualização dos dados das famílias já inscritas no setor habitacional municipal. Além disso, novas inscrições serão abertas no site da Prefeitura, antes porém, vale ressaltar que todas estas etapas serão anunciadas à população.

Como não se trata de um sorteio, mas sim de escolhas feitas de acordo com os critérios estabelecidos, as famílias que forem beneficiadas receberão da Prefeitura o projeto para suas construções, ficando a cargo do setor de habitação realizar o acompanhamento e a fiscalização das obras das casas.

CDHU

Outras 100 casas serão construídas em uma área próxima ao NIAS, na Zona Leste. No local, a Prefeitura, por meio de um convênio, fez a doação de um terreno para o CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Estado de São Paulo) construir as moradias que também serão destinadas para família de baixa renda que estiverem inscritas e que se encaixem no sistema habitacional municipal.