Turismo

IGREJA NOSSA SENHORA DO CARMO


Patrimônio Histórico e Cultural de Mogi Mirim, a igreja teve o seu prédio e suas dependências tombadas em 2009, pela lei municipal 4.802 de 5 de agosto de 2009.

História

Em 1849 deu-se início à construção da igreja do Carmo, cujo terreno fora doado pela prefeitura, em 1841, a pedido dos fiéis, para que se erguesse na cidade uma igreja em honra a Nossa Senhora do Carmo. Nesse ano de 1849, foram socadas as primeiras taipas de pilão (barro e madeira), num trabalho árduo feito por escravos sob as orientações do padre Roque de Souza Freire, tal como consta em registros:

“Muito moroso tal trabalho, pois foi, no princípio, só atacado com serviçais gratuitos, assim se foram arrastando as obras até 18 de dezembro de 1849, época em que o Padre Roque de Souza Freire se collocou à frente da administração de taes obras, visto que, elevada Mogy-mirim a cidade por lei Provincial de 3 de abril de 1849, era preciso, para honra e brio do povo, ter-se uma Egreja digna da cidade, bem como nova cadeia, câmara, numeração de casas nas ruas, etc.”  (NORA,1916)

A igreja de Nossa Senhora do Carmo, de Mogi Mirim, é a única da região com características coloniais, como altares entalhados em madeira pau-brasil, ouro, etc. No interior da igreja há pinturas de Napoleão Portioli, e ainda uma imagem de madeira de Nossa Senhora do Carmo do século XIX, vinda de Portugal.

Eventos, missas e visitas - Consultar a paroquia

Endereço: Praça Floriano Peixoto, Centro, Mogi Mirim - SP, 13800-187


Igreja do Carmo (5).JPG
Igreja do Carmo (2).JPG
Igreja do Carmo (3).JPG
Igreja do Carmo (4).JPG
IMG_0240.JPG
IMG_0234.JPG
IMG_0239.JPG