Turismo

PRIMEIRO CENTENÁRIO DA CIDADE DE MOGY MIRIM


Entre 1719 e 1721, começou o núcleo do Arraial de Mogi Mirim, nome que, na língua tupi, bastante usada pelos bandeirantes, tem como interpretação mais aceita a de “pequeno rio das cobras”: mogi = rio e mirim = pequeno.

Em 1º de novembro de 1751, era criada a freguesia de São José de Mogi Mirim, cuja igreja começara a ser edificada em julho de 1747. O primeiro vigário da freguesia de São José de Mogi Mirim foi o padre Doutor Antônio Dâmaso da Silva, que tomou posse em 9 de novembro de 1751. A freguesia de Mogi Mirim abrangia todo o interior de São Paulo, desde Jundiaí até as barrancas do Rio Grande, divisa com Minas Gerais.

Pela lei nº 17, de 3 de abril de 1849, o Presidente da Província de São Paulo, padre Vicente Pires da Mota, elevou a vila de Mogi Mirim à categoria de cidade. A elevação de uma vila à cidade era pouco mais que uma honraria, pois ela passava a ter dois vereadores a mais que ao tempo de vila.

Por lei provincial, em 17 de julho de 1852, Mogi Mirim passou a ser SEDE DE COMARCA JUDICIÁRIA, ou seja, começaria a possuir juiz de direito e promotor, embora continuasse a haver o juiz municipal (este era cidadão eleito dentre a lista de candidatos propostos pela Câmara Municipal).

Saiba mais:

Por três vezes, Mogi Mirim recebeu a visita do Imperador D. Pedro II; em 27 de agosto de 1875, para inauguração do trecho Campinas-Mogi Mirim da Companhia Mogiana de Estrada de Ferro, aliás, a denominação da Companhia Mogiana e a região mogiana derivam de Mogi Mirim; uma outra visita, a 14 de setembro de 1878; e, por último, em 26 de outubro de 1886.

A partir de agosto de 1886, os fazendeiros de Mogi Mirim começaram a angariar o trabalho de imigrantes estrangeiros, os colonos, para suas lavouras de café e algodão. Chegaram dezenas de famílias de origem portuguesa e espanhola. Porém, foram os italianos que vieram em maior número e que hoje predominam sua descendência na cidade.

 

Referência:

Bridi, Carmen Lúcia- Estudo da urbanização de Mogi Mirim – Das alamedas, becos, pátios e ladeiras de ontem às Ruas e Avenidas de hoje – 2009- Didático Pedagógico

https://www.mogimirim.sp.gov.br/pagina/view/1


igreja matriz de São José.jpeg
estação.jpeg
Fármacia São José.jpeg
foto Villa lobos.jpeg
Grande armazen de seccos e molhados.jpeg
Hotel Carneiro 1911.jpeg
Joaquim Firmino.jpeg
Panoramica da praça.jpeg
Posto Shell - Rua Payssandú de década de 60.jpeg
Vila Vicentina de Mogi Mirim em 1925. Rua Joaquim Firmino com a Caiapó..jpeg
1914- Antiga Santa Casa de MM.jpeg
Antigo casarão do Fórum - Atulamente Escola Rodrigues Alves.jpeg
Avenida tibiriça, fabrica de cerveja- Frente ao leito da Estrada de Ferro.jpeg
casa cardona.jpeg
Casa do povo.jpeg
Cine rex - Rua José Bonifácio.jpeg
Cine São José.jpeg
Correio de Mogy Mirim.jpeg

topo